Notícia

Corona: Toda segunda pessoa seria vacinada


Pesquisa mostra: um em cada dois seria vacinado contra Corona

Segundo especialistas, a pandemia de coroa só pode ser encerrada com uma vacina. Um ainda não está disponível, mas, uma vez desenvolvido, metade dos alemães seria vacinada, segundo uma pesquisa atual.

Repetidas vezes, especula-se sobre uma possível vacinação compulsória contra o novo coronavírus SARS-CoV-2. De acordo com uma pesquisa, no entanto, cerca de metade dos cidadãos na Alemanha seria vacinada voluntariamente.

Não haverá vacina aprovada este ano

Segundo uma pesquisa, toda segunda pessoa na Alemanha seria vacinada contra o vírus corona se houvesse uma vacina. Um em cada quatro pode fazer isso, de acordo com a pesquisa on-line representativa do instituto de pesquisas YouGov. Um em cada cinco dos 2.056 entrevistados se recusou a ser vacinado. Homens seriam vacinados mais cedo que mulheres.

Nenhuma vacina contra o coronavírus está atualmente disponível. Segundo a maioria dos especialistas, as primeiras vacinas aprovadas não devem estar prontas para uso em massa até o próximo ano, no mínimo.

Grandes ensaios clínicos podem vacinar determinadas populações de antemão. No entanto, também é possível que demore anos até que uma vacina esteja disponível e ofereça boa proteção.

Vacinação: sim ou não?

Os alemães estão divididos na questão da vacinação obrigatória contra o coronavírus: enquanto 44% dos entrevistados o defendiam, 40% se opunham.

Na crise da coroa, circulam especulações sobre uma possível vacinação. O Governo Federal enfatizou repetidamente que não tornará obrigatória a vacinação corona futura.

A Lei de Proteção contra Infecções estabelece limites legais estritos para a vacinação obrigatória: esse dever não pode ser imposto pelo governo federal sem mais delongas, mas só pode ser decidido “com o consentimento do Conselho Federal”, ou seja, pelos governos federal e estadual - “para setores ameaçados da população”, como é no parágrafo 20, parágrafo 6.

No entanto, as vacinas obrigatórias só podem ser justificadas em casos especiais, porque podem violar o artigo 2 da Lei Básica: "Todo mundo tem direito à vida e à integridade física", diz o documento.

A vacinação é obrigatória na Alemanha desde março para proteger contra o sarampo altamente contagioso, entre outras coisas para crianças e funcionários em creches e escolas. (anúncio; fonte: dpa)

Informações do autor e da fonte



Vídeo: Vacina da COVID-19: realidade ainda este ano? (Dezembro 2021).