Notícia

Com este pequeno truque, os adolescentes comem menos junk food!


Os jovens podem mudar sua consciência de saúde sobre junk food

Na luta contra a obesidade, pesquisadores em conscientização da saúde tentam há décadas encontrar uma maneira de convencer os adolescentes a não consumir junk food e a comer uma dieta saudável - mas até agora sem sucesso. Um dos maiores obstáculos é a enorme presença na publicidade de alimentos à qual os jovens são expostos todos os dias. Essas medidas publicitárias visam criar fortes associações positivas com junk food na mente dos jovens, a fim de promover o consumo. A pesquisa mostrou que funciona.

Um novo estudo da Booth School of Business da Universidade de Chicago agora descobriu que uma pequena mudança de consciência pode oferecer aos jovens proteção duradoura contra os efeitos nocivos da publicidade de alimentos.

Mudando a percepção dos anúncios

O estudo trata de mudar a maneira como os adolescentes veem as campanhas publicitárias de alimentos. Os jovens, e especialmente os meninos, devem ser treinados para consumir dietas diárias mais saudáveis ​​por um longo período de tempo. Esse método funciona, em parte, respondendo ao desejo natural dos adolescentes de se rebelar contra as autoridades.

A publicidade de alimentos é deliberadamente projetada para criar associações emocionais positivas com junk food e associá-lo a sentimentos de felicidade e diversão. "Uma das coisas mais emocionantes é que fizemos as crianças mostrarem uma reação intestinal imediata à publicidade de junk food e junk food, e uma resposta intestinal mais positiva a alimentos saudáveis", explicam os pesquisadores.

O estudo

No estudo, os adolescentes leram primeiro os anúncios de junk food e depois realizaram uma ação chamada "Make It True" para melhorar a exibição de anúncios de alimentos. Os alunos receberam imagens de publicidade de alimentos em iPads com instruções para redesenhar esses anúncios para converter os anúncios de falso em verdadeiro. Isso influenciou a percepção dos anúncios. Os pesquisadores descobriram que o impacto na percepção da publicidade continuou pelo resto do ano letivo. Os efeitos foram particularmente evidentes nos meninos, que reduziram suas compras diárias de bebidas e lanches não saudáveis ​​na cantina da escola em 31%.

Essa mudança relativamente simples de perspectiva pode ser um sinal precoce de uma mudança na conscientização da saúde.

Rebelde adolescentes estão mudando seus hábitos alimentares

O apelo aos adolescentes para se rebelarem poderia finalmente melhorar a conscientização geral da saúde e competir com as empresas de junk food. Essa pequena promoção de baixo custo parece oferecer proteção duradoura contra o poder tentador da publicidade de junk food e mudar os hábitos alimentares para melhor.

Abordagens erradas no passado

"A maioria das ações no passado acreditava que era uma maneira eficaz de alertar os adolescentes sobre as consequências negativas para a saúde a longo prazo da má nutrição, para motivá-los a mudar seu comportamento", afirmam os pesquisadores. Esta é claramente uma suposição problemática e pode ser a principal razão pela qual ninguém foi capaz de convencer os adolescentes a mudar permanentemente seus hábitos alimentares.

Estudo mostra novas abordagens para promover a conscientização em saúde

O estudo mostra que é possível mudar o comportamento durante a adolescência com uma pequena medida. A adolescência é uma fase de desenvolvimento em que mesmo as abordagens mais prolongadas para a promoção da saúde praticamente não tiveram efeito. Isso se deve a muitos desafios sociais, da educação a comportamentos de risco, cujas raízes estão enraizadas na adolescência. Este estudo abre caminho para novas abordagens para promover a conscientização da saúde global.

Conclusão

A publicidade de alimentos é deliberadamente projetada para criar associações emocionais positivas com junk food, a fim de provocar sentimentos de felicidade e diversão. No entanto, o estudo mostrou que é possível mostrar aos adolescentes a manipulação da indústria de alimentos para desencadear sua aversão natural ao comportamento de controle de adultos. Quanto mais os jovens são conscientizados disso, maior a mudança na conscientização da saúde de uma geração inteira. fm)

Informação do autor e fonte


Vídeo: QUEM COMER MAIS COMIDA DA SUA FORMA GEOMÉTRICA GANHA!!! (Novembro 2021).