Notícia

Novo processo já limpa as águas subterrâneas no solo


Como o óxido de ferro pode remediar águas subterrâneas contaminadas

As áreas usadas para fins industriais são frequentemente contaminadas com metais pesados ​​que também entram nas águas subterrâneas. Limpar esses pisos é extremamente trabalhoso e custa muito. Até agora, não havia métodos de reparação economicamente viáveis ​​para remover de maneira sustentável os metais pesados ​​dissolvidos das águas subterrâneas. Em um grande projeto da UE, foi apresentado um processo simples que torna os poluentes inofensivos diretamente no solo. O novo método já foi testado com sucesso em três áreas contaminadas.

O projeto foi coordenado pela Universidade de Duisburg-Essen (UDE). O papel central do novo processo é desempenhado por nanopartículas de óxido de ferro especiais que são injetadas na rocha condutora das águas subterrâneas. As partículas formam uma barreira que filtra poluentes como arsênico, cromo, cobre, chumbo e zinco da água.

Como funciona o novo processo?

"Fizemos nanopartículas de óxido de ferro coloidal", explica o químico Dr. Beate Krok em um comunicado de imprensa sobre a nova remediação de águas subterrâneas. Essas partículas têm propriedades únicas. Se eles são colocados em uma camada de rocha contendo água, cobrem a superfície do sedimento e, assim, formam uma barreira de adsorção. Segundo Krok, os metais pesados ​​na água que fluem através dessa barreira se ligam a essa barreira e, portanto, são retidos permanentemente.

As vantagens sobre outros métodos

Até agora, procedimentos demorados e complexos com medidas estruturais foram necessários para limpar esses contaminantes. As águas subterrâneas tiveram que ser bombeadas para a superfície e limpas por um longo período de tempo. O novo método, no entanto, também pode ser usado em terrenos difíceis e sem medidas estruturais. Segundo a UDE, a prontidão operacional já está disponível após alguns dias. Além disso, o método não é apenas adequado para descomissionados, mas também para locais industriais ativos.

Testado com sucesso

A equipe do projeto da UE já usou com sucesso o método em três áreas muito usadas em Portugal, Espanha e também na Alemanha na área de Colônia. Testes mostraram que os metais pesados ​​nas águas subterrâneas poderiam ser reduzidos. O projeto foi gravado no documentário "The ReGround Project", que será lançado em 29 de janeiro na Universidade de Duisburg-Essen. (vB)

Informação do autor e fonte



Vídeo: NÍVEL 0 - AULA 1 - INGLÊS PARA INICIANTES (Novembro 2021).