Notícia

Homem paralisado pode caminhar novamente através da estimulação elétrica da coluna vertebral


As pessoas paralisadas poderão andar novamente no futuro?

Os pesquisadores descobriram agora que as pessoas que foram diagnosticadas que ficarão paralisadas por toda a vida podem andar novamente por estimulação elétrica da coluna vertebral.

Em sua investigação atual, cientistas do Instituto Federal Suíço de Tecnologia e do Hospital Universitário de Lausanne descobriram que a estimulação elétrica da coluna vertebral em pessoas paralisadas faz com que voltem a andar. Os médicos publicaram os resultados de seu estudo na revista de língua inglesa "Nature Neuroscience".

Estimulação elétrica da coluna reativa as conexões nervosas

A estimulação elétrica da coluna vertebral pode aparentemente reativar as conexões nervosas e dar às pessoas a esperança, mesmo após acidentes, de que possam voltar a correr mais tarde em suas vidas, explicam os especialistas. A equipe de neurocirurgiões e engenheiros usava impulsos elétricos direcionados para alcançar os resultados e acionar os músculos individuais em uma sequência, como o cérebro faria.

Os pacientes podiam andar novamente por curtas distâncias

Os impulsos são gerados por um implante que é posicionado sobre a coluna vertebral e cuidadosamente alinhado com as áreas que controlam os músculos da parte inferior do corpo. Até agora, os resultados têm sido promissores, dizem os pesquisadores. Um paciente de 35 anos que foi diagnosticado com um acidente de trânsito que ele nunca poderia andar conseguiu andar distâncias curtas após apenas cinco meses de tratamento, mesmo sem ajuda. O tratamento inovador com estimulação elétrica da coluna vertebral permite que pacientes paralisados ​​voltem a andar e, aparentemente, o tratamento pode reativar as conexões nervosas. Um sujeito de 28 anos foi capaz de caminhar até duas horas com a ajuda da estimulação elétrica. Após o programa de cinco meses, a pessoa afetada conseguiu percorrer pequenas distâncias sem ajuda.

Pessoas paralisadas poderiam mais tarde ativar músculos sem estimulação

Estudos anteriores usaram a chamada estimulação elétrica contínua da coluna, que funcionou bem em ratos, mas deu resultados menos impressionantes em humanos. No presente estudo, no entanto, os resultados foram melhores. Após vários meses de treinamento com impulsos direcionados, os três participantes foram capazes de ativar seus músculos anteriormente paralisados ​​sem estimulação elétrica. Esse resultado também foi completamente inesperado para os cientistas, explica o autor do estudo Gregoire Courtine, do Instituto Federal Suíço de Tecnologia.

Mais pesquisas são necessárias

Os sujeitos foram capazes de dar alguns passos sem nenhum apoio, e a recuperação foi realmente incrível, relatam os pesquisadores. "Foi incrível ver os pacientes mexer as pernas sem estimulação elétrica", acrescenta a autora do estudo, Jocelyne Bloch, do Hospital Universitário de Lausanne. No entanto, os especialistas explicam que todos os três pacientes ainda dependem principalmente de cadeiras de rodas. Além disso, o estudo focou em pacientes que ainda apresentavam sensação corporal inferior. Os especialistas esperam que, no futuro, a nova tecnologia seja combinada com tratamentos biológicos que reparem os nervos. (Como)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Principais cuidados após a cirurgia na coluna (Novembro 2021).